Empresas gaúchas que estão gerando a própria energia

Conheça 5 empresas gaúchas que estão gerando a própria energia

Com solução completa entregue pela Elysia, empresas que estão gerando a própria energia elevaram patamar de sustentabilidade e já colhem os frutos do investimento

Atualmente, não há dúvida alguma sobre os benefícios do investimento em energia solar. Há uma certeza no mercado: não há motivo para empresas gaúchas não estarem gerando a própria energia. Uma das grandes vantagens dos sistemas fotovoltaicos está na possibilidade de adaptar os projetos às necessidades específicas de cada negócio. Isso ocorre porque o desenvolvimento do projeto é personalizado, com a visita de especialistas para identificar a necessidade de geração energética, potencial de produção na área destinada aos módulos e outros aspectos importantes, como sombreamento.

Como funciona a energia solar?

Com a energia solar, é possível reduzir em até 95% o gasto com energia elétrica. O alto índice permite que o retorno do investimento ocorra, em média, entre três e cinco anos. Ou seja, após esse período, todo o valor economizado durante a vida útil do sistema, que ultrapassa 25 anos, é considerado como lucro do investimento realizado, valor que pode ser investido em outras áreas da empresa. Empresa gaúchas que estão gerando a própria energia deram um salto competitivo incomparável.

Faça um orçamento gratuito

Trata-se de uma oportunidade que representa uma vantagem comercial frente aos concorrentes, já que nos primeiros anos os recursos que seriam utilizados para pagar a tarifa de energia são destinados para a aquisição do sistema e, posteriormente, podem ser empregados para a melhoria de produtos e otimização de processos.

Baixe o e-book inédito sobre energia solar

Empresas que estão gerando a própria energia atraem consumidores conscientes

Há ainda outra grande vantagem percebida pelas empresas que realizam o investimento em energia solar: a questão ambiental. Por se tratar de uma energia limpa e renovável, o sistema não emite poluentes de efeito estufa para a atmosfera e ainda reduz o consumo da rede distribuidora, proveniente de usinas hidrelétricas. Isto tem um impacto extremamente positivo para o meio ambiente e também para o papel social da empresa. 

Ações alinhadas à agenda ambiental, como a produção limpa de energia, atraem um público consumidor consciente, preocupado com a preservação do planeta e que se dispõem, por vezes, até mesmo a desembolsar um valor maior para adquirir um produto caso o fabricante demonstre esta consciência verde.

Abaixo, separamos cinco empresas que recentemente, após entrega de solução completa de energia solar pela Elysia, passaram a produzir a própria energia de forma limpa e renovável. Confira:

Cartonagem Hega – Porto Alegre


Mirando o futuro, a Cartonagem Hega é uma das empresas gaúchas que estão gerando a própria energia. A companhia investiu em um novo impulso para crescer. Com sede na fabril e comercial na Zona Norte da capital gaúcha, a empresa recebeu a solução completa de energia solar da Elysia. Na prática, isso significou a instalação de um sistema fotovoltaico de 114 placas solares. Os equipamentos atendem a toda demanda de energia da empresa – e reduzem o valor da conta de luz em quase 98%. Em apenas um ano de funcionamento, a Cartonagem Hega vai economizar quase R$ 50 mil em energia elétrica, conforme projeção da equipe técnica da Elysia. Os recursos economizados na conta de luz – uma das despesas mais altas das empresas do ramo de personalização de sacolas e embalagens – poderão ser dirigidos para outras áreas.

A previsão de retorno do investimento em energia solar é de menos de quatro anos. Isto é: a partir de 2023, toda economia gerada pelo sistema fotovoltaico será “lucro” da empresa. Além do impulso de competitividade, a empresa se diferencia no mercado ao ter associado ao seu nome o uso de uma tecnologia sustentável e ao gerar energia sem agressão aos recursos naturais do planeta. De forma espontânea, a Cartonagem Hega ainda eleva seu patamar de reputação junto a uma gama de consumidores cada vez mais conscientes.

Posto de Molas Brage – Osório

Sistema fotovoltaico comercial no RS - Elysia energia solar Osório

Em Osório, no litoral norte gaúcho, o Posto de Molas Brage não poupou esforços para entrar de vez na era da sustentabilidade. Desde julho, a empresa produz sua própria energia a partir de um fonte limpa e renovável: a luminosidade do sol. Com projeto técnico e instalação da Elysia, foram instalados 56 painéis solares na sede da empresa. Os módulos são responsáveis pela geração média mensal de 2.240 kWh – o suficiente para dar conta de toda a demanda energética do Posto de Molas Brage.

A decisão pelo começo da geração limpa de energia elétrica veio ancorada em dois aspectos considerados fundamentais pela empresa: a economia e o benefício ambiental. De fato: a empresa, só no primeiro ano de funcionamento do sistema fotovoltaico, vai deixar de emitir cerca de 14.240 kg de CO2 na atmosfera – o que equivale ao plantio de 365 árvores.

Mas as vantagens não ficam restritas ao meio ambiente. Com a aquisição do sistema fotovoltaico, a Brage reduziu, em média, 95% do gasto com energia elétrica. De acordo com a projeção dos técnicos da Elysia, a economia deve ultrapassar os R$ 24 mil nos primeiros 12 meses de operação dos componentes fotovoltaicos.

Tecsul – Esteio

Energia solar comercial - Elysia sistrema fotovoltaico Esteio
Energia solar comercial – Elysia sistrema fotovoltaico Esteio

Uma projeção de economia de quase R$ 50 mil em apenas um ano. Este é o valor que a Tecsul, oficina de inspeção veicular de Esteio, na Grande Porto Alegre, vai deixar de pagar na conta de luz com a aquisição de sistema de energia solar. Com projeto e instalação da Elysia, a empresa reduziu em 97% a despesa com energia elétrica. É mais um case de energia solar no comércio finalizado pela Elysia, referência em solução ambiental na região sul do Brasil.

Foram instalados 114 painéis solares e um inversor solar – juntos, eles constituem um sistema fotovoltaico de 38,73 kWp de potência. Em outras palavras: a energia gerada pelos painéis solares é o suficiente para suprir 100% da demanda da empresa. Na média anual, o sistema produz 4.556 kWh/mês.

Padaria Gasola – Pelotas

Energia limpa em Pelotas - Elysia energia solar Rio Grande do Sul
Energia limpa em Pelotas – Elysia energia solar Rio Grande do Sul

Projetado e instalado pela equipe técnica da Elysia, o sistema fotovoltaico tem potência de 20,1 kWp. A capacidade de geração mensal média é de 2.364 kWh/mês, quantidade suficiente para suprir 100% da demanda do imóvel onde funciona a empresa. Foram instalados 60 painéis solares na área da superfície do telhado. Os equipamentos, ligados ao inversor solar, são os responsáveis por transformar a luminosidade do sol em energia. Com a geração de energia limpa em Pelotas, a empresa vai economizar cerca de 95% na conta de luz mensal.

Trata-se de uma nova era na linha histórica da empresa, que já atua no mercado há 19 anos. Além de contribuir de forma sustentável ao meio ambiente, a padaria vai economizar aproximadamente R$ 25 mil no gasto com energia elétrica só no primeiro ano de funcionamento do sistema. Essa previsão é realizada pela equipe da Elysia, com base no histórico de despesa com energia elétrica e com a projeção de geração de energia limpa.

Churrascaria Santo André – Gravataí

Energia solar comercial em Gravataí - Elysia sistema fotovoltaico Rio Grande do Sul
Energia solar comercial em Gravataí – Elysia sistema fotovoltaico Rio Grande do Sul

Em Gravataí, na Região Metropolitana, a churrascaria Santo André deu início há alguns meses ao funcionamento do seu sistema fotovoltaico. No telhado do restaurante, agora, funciona praticamente uma usina que produz energia limpa, a partir de uma fonte renovável e disponível para todos: a luminosidade do sol. Para um restaurante, uma das despesas mais salgadas é a conta de energia elétrica. Nesse aspecto, porém, a energia solar inaugurou uma nova etapa na vida da churrascaria. Com o funcionamento do sistema fotovoltaico, a projeção dos técnicos da Elysia é que ocorra uma redução média mensal de 88% no custo com a conta de luz.

Vamos às cifras? Só no primeiro ano de geração própria de energia, o restaurante vai deixar de gastar cerca de R$ 77 mil com a conta de luz. Isso representa, mensalmente, uma economia por volta de R$ 6,4 mil, aproximadamente. Essa fatia poupada, sem dúvida, pode ser investida no crescimento da empresa. Afinal, qual é o empreendedor que não gostaria de reduzir de forma drástica o seu gasto com energia elétrica?



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

Empresas gaúchas que estão gerando a própria energia

, ,

Conheça 5 empresas gaúchas que estão gerando a própria energia

Continue lendo

,

Sua empresa está preparada para consumidores conscientes?

Continue lendo
Investimentos em sistema fotovoltaico - Elysia energia solar Rio Grande do Sul

Por que a energia solar é um dos melhores investimentos para 2020?

Continue lendo

,

Energia solar comercial: descubra as vantagens e conheça, na prática, seis projetos da Elysia

Continue lendo