As cinco dúvidas mais frequentes sobre energia solar

Por telefone, por e-mail ou pessoalmente. Ainda recebemos muitas dúvidas sobre o funcionamento, os custos e a forma de instalação de um sistema de energia solar. É compreensível e é normal. Trata-se de uma novidade no Brasil. Isso porque há menos de cinco anos esta opção limpa e renovável de produzir energia foi legalizada no Brasil, para geração própria de energia.

Por isso, podemos afirmar: é um modelo novo de gerar energia, mas que tem um potencial transformador, em termos de sociedade e em termos de finanças. A energia solar representa a geração de uma energia limpa, sem prejuízo ao ambiente, e que transforma a conta de luz (em geral, uma dor de cabeça por conta do preço) em uma bela notícia todo final de mês.

 

Por que, afinal, instalar um sistema de energia solar é um bom negócio?

Vamos começar pelo mais simples: o sol é a energia mais abundante do planeta. Só com essa informação já percebemos que estamos falando de uma energia limpa, renovável e (muito, mas muito) abundante. Em um contexto brasileiro no qual a energia elétrica passa por reajustes frequentes, a tendência é de que a nossa fonte tradicional de energia se torne cada vez mais cara. Só em 2017, já está previsto um aumento real de quase 25% na conta de luz. Portanto, a energia solar fotovoltaico aparece como uma alternativa inteligente e econômica. Com a energia solar, a conta de luz vai para a taxa mínima. E o retorno do investimento pode vir em menos de seis anos.
Terei muitos custos com a manutenção do sistema fotovoltaico?
A resposta direta: não. Os painéis solares que são instalados no telhado da residência ou do comércio tem uma durabilidade de mais de 25 anos. A manutenção limita-se na uma limpeza anual dos módulos, isso se necessário. Em muitos casos, a chuva faz o trabalho de limpeza. É praticamente como se os painéis substituíssem o telhado. Vamos supor que não chova durante seis meses na sua região. Pois bem, neste caso, talvez seja uma boa saída dar uma limpada nos módulos para que eles não percam a eficiência de captação de energia.
Como é feita a instalação? É muito arriscado colocar painéis no meu telhado?
Um sistema bem instalado, como é o caso dos trabalhos feitos pela Elysia, não há risco algum de acontecer um acidente. A instalação de um sistema de energia solar leva, em média, de dois a três dias. E ressalte-se: não se trata de uma obra,e sim de um processo rápido e sem dores de cabeça. Os painéis fotovoltaicos que irão ser instalados na posição e altura determinados de acordo com a localização da construção. Depois de colocados os painéis, é instalado o inversor, sempre em um local em que não chame muito a atenção. Depois disso, é só realizar o processo de liberação junto à concessionária e, por fim, ligar o sistema. Pronto, você estará produzindo energia solar.
Depois de instalado o sistema de energia solar, meu imóvel fica valorizado?
Não somos nós que estamos dizendo, é uma consultoria dos EUA, a SunPower. Os imóveis, em média, tem 8% de valorização quando contam com um sistema de energia solar instalado. É só parar para pensar: se fosse você, compraria um imóvel que paga uma conta de luz na taxa mínima ou uma que tem um custo mensal elevado?
Sem muitos termos técnicos, como funciona um sistema de energia solar?
Dois componentes são a base do sistema de energia solar: os módulos e o inversos. Os módulos são responsáveis por captar a luz do sol e transformá-lo em energia elétrica. Já o inversos é o cérebro do sistema, com a função de compatibilizar a energia gerada pelos módulos com a energia que vem da concessionária de energia. Vale lembrar que o sistema de energia solar funciona de forma automática. Inclusive, coma Elysia, é possível acompanhar a produtividade do sistema por meio de um aplicativo na tela do seu celular ou computador.

seta-more