Afinal, como funciona a geração de energia solar?

Muitas pessoas se perguntam: é muito difícil instalar um sistema de energia solar na minha casa? A resposta tem apenas uma palavra: não. Pelo contrário, é um processo simples e rápido.

O sistema fotovoltaico é instalado por meio de dois componentes: os módulos e o inversor. Os módulos são placas de captação da luz solar que são instaladas no telhado da sua residência ou do seu comércio ou indústria. A quantidade de painéis irá depender do tamanho da demanda energética da casa. Em média, em uma casa padrão, são instalados dez painéis.

Saiba quais as dúvidas mais frequentes sobre energia solar

A instalação é suficiente para que a casa se torne independente energeticamente e não precise mais da utilização da energia elétrica tradicional. Por isso, a conta de luz vai para a taxa mínima, algo em torno de R$ 50. Os módulos são fixados em local um espaço do telhado que receba maior emissão de luz solar. Tudo isso, claro, é projetado pela equipe de engenharia da empresa. Todos eles são instalados de forma segura, de modo que não ocorra o deslocamento. Veja alguns dos projetos realizados pela Elysia.

O outro componente é o inversor, o chamado “cérebro do sistema”. Este aparelho é o responsável por compatibilizar a energia gerada pelo sol com o sistema de fornecimento da concessionária. Este aparelho é ligado ao sistema de módulos instalados no telhado, mas fica fixado em um local mais discreto, pois o acesso a ele não se faz tão necessário.

A energia solar não tem mistério. E ela representa o futuro de um planeta mais sustentável e habitável para as próximas gerações.

seta-more