Blog

Ao todo, usinas solares brasileiras já produzem mais de 1 GW

Energia solar em Triunfo - Elysia Energia Solar Rio Grande do Sul

O Brasil ultrapassou uma marca histórica e agora conta com mais de 1 gigawatt em capacidade instalada em usinas solares. Esse patamar foi alcançado por 30 países no mundo até agora, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).

O anúncio ocorre em um momento em que o país comemora a contratação de usinas solares pelos menores preços da história. O último leilão para viabilizar novos empreendimentos realizado pelo governo no final de dezembro. E atraiu forte interesse do mercado.

Veja o ranking estadual de geração de energia solar no Brasil

De acordo com a ABSOLAR, o Brasil entrou em 2018 com quase 1,1 gigawatt em instalações fotovoltaicas. Isso representou um crescimento astronômico de 1.153% frente aos 87,7 megawatts ao final de 2016.

Projetos de grande porte, como essas usinas de leilões, respondem por 0,935 gigawatt em capacidade, enquanto pequenas instalações, como painéis solares em telhados, respondem por mais 0,164 gigawatt.

Usinas solares brasileiras ainda representam pouco na matriz energética

Apesar da forte expansão, a geração solar ainda é incipiente no Brasil. Ela representa menos de 1% da matriz elétrica. As usinas de geração do país somam cerca de 155 gigawatts, com predomínio das hidrelétricas, que respondem por cerca de 60% da capacidade.

Quer gerar a própria energia? Faça um orçamento gratuito

No leilão realizado em dezembro, o Brasil contratou 574 megawatts em novas usinas solares, que entrarão em operação a partir de 2021, por em média 145 reais, contra 245 reais na primeira licitação para a fonte, em 2014.

seta-more